Última Hora

Destaque

CRÉDITO AGRÍCOLA DE BRAÇO DADO COM O MUNICÍPIO: GALERIA NOROESTE-COURA ABRE PORTAS COM OLARIA DE BARCELOS

CRÉDITO AGRÍCOLA DE BRAÇO DADO COM O MUNICÍPIO: GALERIA NOROESTE-COURA ABRE PORTAS COM OLARIA DE BARCELOS

23 de Janeiro, 2018
    No passado dia 5 de Janeiro, no 1º andar do edifício da agência do Crédito Agrícola de Paredes de Coura, inaugurou-se um novo espaço cultural, a Galeria Noroeste-Coura com a abertura de uma exposição do...
QUOTIDIANO

QUOTIDIANO

23 de Janeiro, 2018
  Entre 1957 e 1964, os casos sobre crimes, noticiados no Notícias de Coura, são quase inexistentes. Agressões, desordem pública, atentado ao pudor são alguns dos crimes identificados, mas muito pouco se diz, ou se quer...
UM PARTIDO… PARTIDO

UM PARTIDO… PARTIDO

23 de Janeiro, 2018
  O segundo fim-de-semana de Janeiro apresentou-se chuvoso e tristonho. Foi marcado pelas eleições para a presidência de um dos maiores partidos políticos do país. O meu! Elegemos o novo presidente do PSD: Rui Rio. Eu...
AULAS CRIATIVAS NA VILA: MARGARETE BARBOSA ENSINA PINTURA E ILUSTRAÇÃO

AULAS CRIATIVAS NA VILA: MARGARETE BARBOSA ENSINA PINTURA E ILUSTRAÇÃO

9 de Janeiro, 2018
  Tem um artista escondido dentro de si? Gostaria de vê-lo despertar? Acha que a sua sensibilidade deveria ser exercitada? Depois de ler o parágrafo que atrás fica, se as suas respostas forem negativas, caro leitor, um...
VASCÕES: A SÍLVIA QUER SER O RICARDINHO

VASCÕES: A SÍLVIA QUER SER O RICARDINHO

9 de Janeiro, 2018
“A bola é uma paixão”, quem o diz é a Sílvia, a menina de Vascões que, quando crescer, quer ser “como o Ricardinho”, o melhor jogador de futsal do mundo, o português que actua em Espanha. Filha de Maria de Lurdes...
ESPERANÇAS

ESPERANÇAS

9 de Janeiro, 2018
  Janeiro de 2018. Encontramo-nos no início do ano, ainda com um gostinho a festas e a comemorações. No rescaldo do que foi realmente o ano de 2017 para mim, para si, para todos os portugueses. Estou um pouco confusa....
QUOTIDIANOS

QUOTIDIANOS

9 de Janeiro, 2018
Numa Coura distante, no tempo e no modo de vida, muito centrado na agricultura de subsistência, Zé da Naifa era um homem assaz conhecido na sua freguesia. Todos o conheciam e ele a todos conhecia pelo nome, fossem novos ou...